Dólar incentiva turismo no exterior

28/09/2009

Após sofrer queda de 25% no número de passageiros embarcados em razão das turbulências da economia, o setor de turismo volta a respirar. Animados com o dólar barato e a retomada da economia, os brasileiros estão voltando a fazer viagens internacionais. Além do câmbio favorável, viajar para o exterior ficou mais barato. A crise econômica colocou um freio no turismo nos países ricos e derrubou os preços das passagens aéreas e hotéis em destinos como Europa e Estados Unidos. Os pacotes estão em média 30% mais baratos.dolar

“Alguns destinos estão vendendo como pão quente” diz Alípio Camanzano, presidente da Decolar.com, empresa de venda de passagens aéreas pela internet. “O dólar barato e as promoções que as companhias aéreas estão fazendo estão animando os viajantes”, diz. Entre as pechinchas, Camanzano cita passagens a US$ 99 para Miami e pacotes de quatro noites em Nova York a US$ 384, com hotel incluso. “Há um ano, esse pacote não sairia por menos de US$ 800”, diz. A empresa hoje embarca cerca de 20 mil passageiros/mês – no mesmo período do ano passado, a média mensal era de 15 mil embarques, conta Camanzano.

De outubro do ano passado até março, as agências de viagens chegaram a registrar queda de 25% na procura por pacotes. A situação começou a melhorar em abril, mas o aumento dos casos de gripe suína em junho atrapalhou destinos apreciados no México (queda de 90% nas vendas de pacotes), Argentina e Chile. “Os pacotes para a Argentina tiveram uma queda de mais de 50% em razão da gripe suína”, diz Leonel Rossi Júnior, diretor de assuntos internacionais da Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav). A recuperação para valer começou em agosto. “A retomada da economia, os bons preços das passagens aéreas e a diminuição nos casos de gripe suína finalmente estão dando novo fôlego às viagens internacionais”, diz o diretor.

Segundo Rossi, os destinos internacionais mais procurados são os tradicionais roteiros pela Europa (Paris, Roma, Madri, Lisboa e Londres) e EUA (Miami, Orlando, Nova York, Las Vegas e Califórnia). Ele aponta também uma tendência de diversificação dos destinos. “Há pacotes de 9 noites em Israel e Jordânia que custam em torno de R$ 5,6 mil e que estão vendendo bem”, diz. Destinos como Índia e Egito também começam a ser procurados.

Rossi acredita que, apesar do bom momento, 2009 ainda terá um resultado 5% menor em relação a 2008, que foi um ano de muita expansão no setor até o último trimestre do ano, marcado pelos efeitos da crise.


Importância econômica do turismo

28/09/2009

O Turismo é a atividade do setor terciário que mais cresce no Brasil (dentre as espécies, significativamente, o turismo ecológico, o turismo de aventura e os cruzeiros marítimos) e no mundo, movimentando, direta ou indiretamente mais de US$ 4 trilhões (2004), criando também, direta ou indiretamente, 170 milhões de postos de trabalho, o que representa 1 de cada 9 empregos criados no mundo.
Tal ramo é de fundamental importância para o profissionalismo do setor turístico e necessário para a economia de diversos países com excelente potencial turístico, como o Brasil.

No Brasil, cidades médias e pequenas que são desprovidas de um próprio centro financeiro, precisam de meios para o crescimento de sua economia e de seu desenvolvimento. Alguns exemplos sobre esse caso são: Vitória, Guarujá, Ilha Bela, Ubatuba, Ouro Preto, Tiradentes, Paraty, Angra dos Reis, Armação dos Búzios, Cabo Frio, entre outras.

Paraty, cidade brasileira do estado do Rio de Janeiro, que depende economicamente do turismo.

Grandes metrópoles globais também usam o turismo para sua fonte econômica, apesar de terem uma ampla economia de influência nacional ou internacional, como: São Paulo, Rio de Janeiro, Buenos Aires, Nova York, Los Angeles, Londres, Paris, Tóquio, entre outras. Muitas delas utilizam diversos tipos de turismo, como: de negócios, lazer, cultural, ecológico(mais aplicado em cidades menores com maior área rural, apesar de existirem reservas florestais em algumas metrópoles), etc.

Em outros países, entre desenvolvidos e subdesenvolvidos, ocorre o mesmo. Nos Estados Unidos da América, o estado do Havaí, além de ser uma ilha distante do continente, possui também pouca população, em comparação à outros estados, sendo assim, difícil de ter um maior maior crescimento na sua economia. Portanto, o estado teve de optar para o turismo, e hoje é um dos mais famosos pontos turísticos dos Estados Unidos, sendo conhecido por suas belas praias e resorts.

Atualmente, um dos locais que mais crescem com o turismo, é a cidade de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Pela sua localização, próxima à regiões de conflitos étinicos e religiosos, a cidade teve de enfrentar muitos obstáculos para ser conhecida em diferentes partes do mundo. Conta com os mais exóticos e originais arranha-céus, sendo muitos deles, hotéis, tendo destaque para o Burj Al Arab, cartão postal da cidade, e para o Rose Tower, o hotel mais alto do mundo.

O Turismo é uma atividade do setor terciário que mais cresce no Brasil (dentre as espécies, significativamente, o turismo ecológico, o turismo de aventura e os cruzeiros marítimos) e no mundo, movimentando, direta ou indiretamente mais de E.U. $ 4 trilhões (2004), criando também, direta ou indiretamente, 170 milhões de postos de trabalho, o que representa 1 de cada 9 empregos criados no mundo. Tal ramo é de fundamental Importância para o profissionalismo do setor turístico e necessário para uma economia de diversos Países com excelente potencial turístico, como o Brasil. No Brasil, cidades médias e pequenas que são desprovidas de um próprio centro financeiro, precisam de Meios para o crescimento de sua economia e de seu desenvolvimento. Alguns exemplos sobre esse caso são: Vitória, Guarujá, Ilha Bela, Ubatuba, Ouro Preto, Tiradentes, Paraty, Angra dos Reis, Armação dos Búzios, Cabo Frio, entre outras. Paraty, cidade brasileira do estado do Rio de Janeiro, que depende economicamente do turismo.Grandes metrópoles globais também usam o turismo para sua fonte econômica, apesar de terem uma ampla economia de influência nacional ou internacional, como: São Paulo, Rio de Janeiro, Buenos Aires, Nova York, Los Angeles, Londres, Paris, Tóquio, entre outras. Muitas delas Utilice diversos tipos de turismo, como: de negócios, lazer ecológico, cultural, (mais aplicado em cidades menores com maior área rural, apesar de reservas florestais existirem em algumas metrópoles), etc Em outros Países, entre Desenvolvidos e subdesenvolvidos, ocorre o mesmo. Nos Estados Unidos da América, o estado do Havaí, além de ser uma ilha distante do continente, possui também pouca população, em comparação à outros estados, sendo assim, difícil de ter um maior maior crescimento na sua economia. Portanto, o Estado teve de OPTAR para o turismo, e hoje é um dos mais famosos pontos turísticos dos Estados Unidos, sendo conhecido por suas belas praias e resorts. Atualmente, um dos locais que mais crescem com o turismo, é a cidade de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Pela sua localização, próxima à refutação de conflitos religiosos e étinicos, a cidade teve de Enfrentar muitos obstáculos para ser conhecida em diferentes partes do mundo. Conta com os mais exóticos e originais arranha-céus, sendo muitos deles, hotéis, TENDO Destaque para o Burj Al Arab, cartão postal da cidade, e para o Rose Tower, o hotel mais alto do mundo.


A America do Sul na direção de investidores internacionais

26/09/2009

america do sulA América do Sul é a bola da vez olhos do setor hoteleiro mundial. Em 2010, o continente será o destino preferido dos investidores internacionais do setor — e o Brasil será responsável por 50% deste capital. Foi esta a conclusão dos participantes da segunda edição do South American Hotel & Tourism Investment Conference, que terminou ontem no Sofitel, em Copacabana, reunindo 297 participantes, de países como Argentina, Chile, Peru, Colômbia, México, Uruguai, Espanha e Estados Unidos. “A crise financeira internacional diminui o preço da grande maioria dos empreendimentos hoteleiros, criando boas oportunidades de negócio”, diz Arturo García Rosa, presidente da HVS Buenos Aires, a consultoria que organiza a conferência. Steve Rushmore, presidente e fundador da NVS Hospitality Services, empresa que avalia hotéis, até brincou com a crise. “Esta recessão foi uma beleza. É uma ótima notícia para quem busca ofertas para compra de hotéis. Temos muitas possibilidades de bons negócios à vista”. A Copa de 2014 é outro fator de atração para novos investimentos. E já há até quem esteja de olho não no evento, mas o que será do setor de turismo depois dele. “Nós estamos voltados a avaliar o Brasil pós Copa do Mundo de 2014. É o nosso projeto principal”, diz Paulo Sergio Tufani, da Crowe Howarth RCS, consultoria da área de entretenimento que inaugurou há pouco um escritório em São Paulo de olho nas oportunidades que o crescimento do setor de turismo promete criar. A hotelaria de alto luxo vive um dilema, ao menos na América do Sul. A tendência imediata é de uma queda dos preços das diárias, que só voltariam a subir novamente em 2011. Ao mesmo tempo, não param de pipocar novos empreendimentos de alto padrão no continente — são mais de 20 em an


24/09 – Dia Internacional do Turismo

26/09/2009

dia turismoVários senadores ocuparam a tribuna nesta quinta-feira (24) para comemorar, em sessão especial, o Dia Internacional do Turismo. O vice-presidente do Senado, Marconi Perillo (PSDB-GO), que abriu a sessão, lembrou que o principal objetivo da data comemorativa é promover a conscientização de toda a comunidade internacional sobre a importância do turismo, “especialmente em seus aspectos socais, culturais, políticos e econômicos”. – Aqui no Brasil, o turismo é uma indústria de extrema importância, especialmente para as regiões menos favorecidas do país. De norte a sul, de leste a oeste, possuímos belezas naturais inigualáveis, bem como exemplares únicos de arquitetura, culinária e manifestações culturais – destacou Marconi Perillo. Lúcia Vânia (PSDB-GO) lamentou que a participação do Brasil na indústria mundial do turismo ainda seja pouco expressiva, em comparação com países desenvolvidos, que têm no setor uma das principais fontes de renda. – Hoje, o turismo representa para os países em desenvolvimento algo em torno de 10% de suas receitas. É pouco, se comparado com as receitas turísticas dos países desenvolvidos, que alcançam índices algumas vezes superiores a 40% – casos da Espanha e França, para citar apenas dois – destacou Lúcia Vânia. Marisa Serrano (PSDB-MS) enalteceu a criação do Ministério do Turismo, em 2003, como um “marco para o turismo brasileiro” e pediu mais recursos orçamentários para desenvolver o setor no Brasil, que, segundo citou, representa apenas 1% do Produto Interno Bruto (PIB) do turismo mundial. Para Cristovam Buarque (PDT-DF), somente haverá desenvolvimento pleno do turismo brasileiro quando houver uma revolução interna na educação de base, para que todos possam, por exemplo, comunicar-se em outro idioma, além do português, com os estrangeiros que visitam o país. Em seu pronunciamento, Serys Slhessarenko (PT-MT) lembrou que a cada ano a OMT escolhe um tema diferente para abordar durante a comemoração do Dia Internacional do Turismo. – Este ano, o objeto da pauta da Organização é “Mudanças Climáticas: o turismo em busca de ecoeficiência”, com foco nas soluções. Serão apresentados alguns bons resultados de práticas turísticas preservacionistas em todo o mundo – explicou a senadora pelo Mato Grosso. O senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA) destacou pontos turísticos, belezas naturais, festividades e pratos típicos do Pará, região que, segundo lembrou, responde por 26% da região amazônica. Osvaldo Sobrinho (PTB-MT) lembrou que falar em turismo é falar “em uma das economias mais prósperas do mundo, que movimenta grande parte da geração de empregos do país, dando oportunidade a vários setores da economia do país e, além de tudo, fazendo as pessoas felizes”.


Festas culturais atraem estrangeiros para o Brasil

25/09/2009

As tradições e manifestações culturais são um grande atrativo para o turismo mundial e não poderia ser diferente num país tão diverso quanto o Brasil. Essa diversidade atrai brasileiros e cada vez mais estrangeiros, em sua maioria norte-americanos e europeus. Foi o que verificou uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) e pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) em duas das mais tradicionais festas populares regionais do Brasil: o São João e a festa de Bumba-Meu-Boi.

Tradicionalmente realizadas no Nordeste e no Norte do país, as duas manifestações têm grande apelo para estes visitantes, que em sua maioria se denominaram “turistas culturais” (83,8% dos entrevistados). Divulgado apenas agora, o levantamento foi feito em junho de 2008 nas cidades de Caruaru (PE), Campina Grande (PB) e Aracaju (SE) – durante os festejos juninos, e em São Luís (MA) e Parintins (AM), nas festas deBumba-meu-Boi e Boi-Bumbá, respectivamente.

A maioria dos estrangeiros era da Europa (49,6%) e da América do Norte (31,4%), seguidos pelos visitantes da América do Sul (13,9%). Os outros três continentes (Ásia, Oceania e África) totalizaram apenas 5% da amostra. Os Estados Unidos foram o país com maior representatividade na pesquisa, com 25,5% dos entrevistados. Em seguida aparecem Inglaterra (9,5%), Alemanha (8%), Argentina e Canadá (6,6%, cada) e Espanha (5,8%).

A musicalidade, as danças e a hospitalidade brasileiras foram citadas por 60% dos entrevistados e são as questões mais lembradas pelos turistas estrangeiros, seguidas pelas manifestações populares (47%), pelo artesanato e pela gastronomia (30%). Já os atrativos culturais da região Nordeste foram a motivação da viagem para 49,3%, sendo que 35% do total citaram a intenção de conhecer os centros históricos nordestinos.

“Sem dúvida alguma a cultura é uma questão que tem muita força de atração turística e o Brasil, com a riqueza e a pluralidade de povose de culturas, tem como atrair cada vez mais visitantes”, ressalta o diretor de Produtos e Destinos da Embratur, Marcelo Pedroso. Ele destaca que o resultado da pesquisa será usado como uma ferramenta para planejar a divulgação dos destinos turísticos brasileiros no exterior.

As atrações culturais presentes nos festejos juninos foram considerados singulares (90%) e autênticos (85%) e representativos da diversidade cultural brasileira (80%). Do total de entrevistados, 68% demonstraram intenção de voltar ao país para conhecer mais aspectos da cultura do país. Outra característica que pode ser observada é a intenção do visitante estrangeiro de interagir com a cultura local (81,4%) e a preferência por atrações ainda não exploradas pelas operadoras de turismo (68,9%). Do total pesquisado, 57% disseram que gostam de combinar atividades culturais, com lazer e entretenimento.

Metade dos estrangeiros entrevistados utilizou a internet para planejar a viagem, sendo 70% por conta própria. “O Brasil tem um grande potencial em termos de cultura. O povo é um elemento que o país oferece que é sempre citado, além da grande quantidade de lugares com belezas naturais preservadas. Entre os principais problemas citados aparecem questões como ausência ou deficiência de sinalização e limpeza urbana”, detalha Marcelo Pedroso. Das questões relativas a infraestrutura, sinalização turística (65%), equipamentos de apoio (57%) e limpeza (56%) foram as mais citadas.


O turismo no litoral de Pernambuco

25/09/2009

O litoral do estado de Pernambuco tem cerca de 187 km de extensão, entre praias e falésias, zonas urbanas e locais praticamente intocados. Além das praias, possui o arquipélago de Fernando de Noronha, Patrimônio Natural da Humanidade, e suas 16 praias. Faz divisa ao norte com a Paraíba e ao sul com Alagoas.

  • Litoral Sul

Resort na praia de Muro Alto.

Centro histórico do Recife.

Praia de Porto de Galinhas.

O litoral sul do estado, que têm cerca de 110 km de praias, é famoso por diversas praias conhecidas nacional e internacionalmente, como Porto de Galinhas.

Turistas de todo o país se hospedam nos luxuosos hotéis e resorts do litoral. Conta também com importantes pólos industriais, principalmente petroquímicos, e o porto de Suape, de importância nacional.

Atualmente o litoral sul vive uma fase de progresso franco e rápido. Só na praia de Muro Alto, localizada no município de Ipojuca, foram investidos mais de R$ 70 mi pela iniciativa privada para a construção de resorts de nível internacional, aptos a receber hóspedes de todos os países. Através do Programa de Desenvolvimento Integrado do Turismo, no litoral sul foram investidos US$ 25 mi para obras de infra-estrutura, capacitação de mão-de-obra e preservação do patrimônio histórico. Com o Fundo de Amparo ao Trabalhador, foram capacitados cerca de 890 profissionais para a área de turismo. Pelo mesmo fundo, 2400 pessoas foram treinadas para trabalhar nas indústrias do litoral.[38]

Praia mais famosa do litoral sul, Porto de Galinhas ajuda a duplicar a população de Ipojuca todo verão. Os 60 mil habitantes do município desfrutam de 10 mil vagas de trabalho, diretas e indiretas, provenientes exclusivamente do turismo, ultrapassando a capacidade máxima de 7 mil postos oferecidos pelo secular trabalho nos latifúndios de cana-de-açúcar. Segundo a Associação da Indústria Hoteleira em Pernambuco (ABIH/PE), 90% da mão-de-obra empregada nos hotéis, restaurantes, lojas de artesanato e demais segmentos turísticos são oriundos da próprio município de Ipojuca e arredores.[39]

As principais praias do litoral sul são as dos municípios de:

As praias de Piedade e Candeias são densamente habitadas, cercadas por altos edifícios de luxo. A partir de Itapuama, o padrão das praias passa a ser de longas faixas de areia pouco habitadas, onde é praticado pelos nativos pesca e artesanato, e se encontram os diversos hotéis e resorts.

A economia do litoral sul não-urbano é baseado em turismo e artesanato. Em Porto de Galinhas, há diversos restaurantes, bares, lojas de artesanato e de artigos de mergulho, casas de shows, além de dezenas de hotéis e pousadas.

  • Litoral Norte

O Litoral Norte do Estado é mais densamente habitado do que o litoral sul, quase urbanizado por completo desde a Região Metropolitana do Recife até a divisa da Paraíba. Tem um dos sítios históricos mais importantes da região, como o município de Olinda e a de Itamaracá, povoada desde 1508. Construções do brasil-colônia, como o Forte Orange, são muito visitados por turistas que passam pela região.

Além das praias, também é conhecido por ter o Veneza Water Park, um dos maiores do Brasil, na praia de Maria Farinha.

As principais praias do Litoral Norte são as dos municípios de:

O estado administra a ilha de Fernando de Noronha, famosa ilha, que atrai muitos turistas todos os anos, que vão lá atraídos pelas belas praias, algumas das mais bonitas de todo o país. A ilha também é considerada o melhor lugar para à prática de Surf de todo o Brasil, e é lá que ocorrem os principais campeonatos da modalidade no Brasil.


Cidades Turísticas de Pernambuco

25/09/2009
O Estado de Pernambuco está situado no centro leste da Região Nordeste do Brasil, limitado por Paraíba e Ceará ao norte, Bahia e Alagoas ao sul, o Oceano Atlântico a leste e Piauí a oeste. É conhecido por seu belo litoral cheio de praias de extrema beleza, algumas delas localizadas na famosa ‘Costa dos Corais’, onde caracterizam-se por suas piscinas naturais formadas por recifes de corais e cheias de peixes coloridos. Sua cidade mais histórica e mais importante é a capital, Recife, principal centro cultural e de lazer do nordeste brasileiro e uma das cidades mais visitadas do país. Outro dos seus grandes pontos turísticos é o arquipélago de Fernando de Noronha que localiza-se a 545 Km de Recife e foi declarado Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO, no ano de 2001, é considerado um verdadeiro paraíso natural e ecológico com algumas das praias mais paradisíacas do Mundo.
Pernambuco - Guía TurísticaPernambuco - Guía Turística

Goiana

Goiana  Goiana é um município do Estado de Pernambuco localizado 65 km ao norte da capital, Recife, na divisa com o Estado da Paraíba às margens do Oceano Atlântico. Na nossa visita não podemos deixar de visitar seu Centro Histórico declarado Patrimônio Histórico Nacional, lugar onde estão concentrados os monumentos civis e religiosos mais importantes da cidade, entre os quais merece especial destaque a Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos, a Igreja Matriz de Nossa Senhora dos Homens Brancos e a Igreja de Nossa Senhora dos Homens Pardos, sede do Museu de Arte Sacra de Goiana. 

Itamaracá

Itamaracá  A Ilha de Itamaracá é um dos municípios brasileiros mais bonitos do Estado de Pernambuco, separado do continente pelo Canal de Santa Cruz e situado aproximadamente a 40 km de Recife. Suas belas praias repletas de coqueiros e com águas tranquilas, piscinas naturais e recifes, são os maiores pontos turísticos para milhares de turistas que à visitam durante todo o ano, que encontram em seu litoral uma zona ideal para descansar e praticar todo tipo de esportes náuticos. Uma das mais freqüentadas é a Praia de Forte Orange, onde localiza-se um dos monumentos mais visitados pelos turistas, o Forte Orange. Além disso, esta ilha conta com uma das sedes do Centro de Preservação do Peixe-Boi. 

Igarassu

Igarassu  O município de Igarassu está localizado a aproximadamente 30 km de Recife, no litoral norte da região metropolitana do Estado de Pernambuco. Um dos seus principais atrativos, além das suas belas praias de areia fina e águas tranquilas, é seu Sítio Histórico, considerado um dos Patrimônios Civis e religiosos mais importantes do país, onde destacam a Igreja Matriz dos Santos Cosme e Damião, uma das mais antigas do Brasil, e o Convento de Santo Antônio, onde está o Museu Pinacoteca de Igarassu. 

Paulista

Paulista  Município Pernambucano localizado a escassos quilômetros ao norte da capital, Recife, fazendo fronteira ao sul com o município de Olinda e ao norte com o município de Igarassu. Uma das suas principais atrações turísticas é o Park Aquático Temático Veneza Walter Parque, sem esquecer de suas excelentes praias repletas de coqueiros com areia fina e águas tranquilas ideais para o banho e a pratica de todos os esportes náuticos. Como monumento civil mais importante merece especial destaque o Forte do Pau Amarelo, situado na praia que possui o mesmo nome. 

Olinda

Olinda  Olinda está localizada a 6 km da capital do Estado de Pernambuco, Recife. Foi declarada pela UNESCO no ano de 1982 Patrimônio Histórico Cultural da Humanidade por sua grande quantidade de monumentos que existem por toda a cidade e por ser um dos Centros Culturais mais importantes do País. No ano de 2005 foi eleita primeira capital Cultural do Brasil e seu Carnaval é um dos mais visitados. Não podemos deixar de passear pelo seu Centro Histórico, lugar onde estão os monumentos mais importantes da cidade. 

Recife

Recife  Recife, capital do Estado de Pernambuco, é o centro cultural de lazer e serviços mais importantes do nordeste do Brasil. É uma das cidades mais visitadas de todo o país, onde os turistas encontram um rico patrimônio arquitetônico e cultural, em suas belas praias e em sua boa infra-estrutura, um lugar para passar férias inesquecíveis. Alem disso é considerado a Veneza brasileira pela grande quantidade de canais e pontes que cruzam os dois rios que dividem a cidade, o Rio Capibaribe e o Rio Beberibe, dando-lhe um encanto especial. Não podemos deixar de mencionar o seu conhecido Carnaval, um dos mais importantes de todo o Brasil, que todos os anos atrai a milhões de pessoas de todas as partes do mundo. 

Jaboatão dos Guararapes

Jaboatão dos Guararapes  Jaboatão dos Guararapes é um município costeiro do Estado de Pernambuco, localizado ao sul do Recife e ao norte do município de Cabo de Santo Agostinho, um dos mais importantes da Região Metropolitana. Graças a sua excelente infra-estrutura hoteleira, monumentos maravilhosos, belas praias, áreas de lazer e por ser um importante centro econômico e comercial converteu-se em um dos principais núcleos turísticos de Pernambuco. Na nossa visita não podemos esquecer de visitar o Santuário Basílica de Nossa Senhora Auxiliadora e o Parque Histórico Nacional dos Guararapes. 

Cabo de Santo Agostinho

Cabo de Santo Agostinho  Cabo de Santo Agostinho é o principal município industrial do Estado de Pernambuco, onde destaca um dos mais importantes complexos portuários e industriais do Brasil, o Porto de Suape. Localiza-se ao sul do Recife, entre os municípios de Jaboatão dos Guararapes a norte e Ipojuca ao sul. Possui um patrimônio histórico de grande valor, cheio de igrejas e fortificações entre outras construções, além de possuir excelentes praias situadas nas proximidades do Cabo de Santo Agostinho, ideais para o banho e a prática de todos os tipos de esportes náuticos, com águas tépidas e cristalinas, vegetação atlântica e piscinas naturais. 

Ipojuca

Ipojuca  Ipojuca, Município brasileiro do Estado de Pernambucano conhecido por suas belas piscinas naturais localizadas na extensão de todo o seu litoral e por suas belas e extensas praias ideais para prática de todos os esportes náuticos, especialmente o surf e o mergulho. Além disso se realizam os passeios de buggy por todo seu entorno e todo o tipo de esportes de terra e ar. Ao sul do município localiza-se seu núcleo turístico mais importante, Porto de Galinhas, autêntico paraíso de águas cristalinas e numerosas Piscinas Naturais a poucos metros da praia. 

Sirinhaém

Sirinhaém  O município de Sirinhaém está localizado no litoral sul do Estado de Pernambuco, faz fronteira com os municípios de Ipojuca e Rio Formoso. Seus principais pedidos turísticos são suas belas e extensas praias de águas tranquilas e cristalinas, especialmente indicadas para a prática de esportes aquáticos, como o mergulho e a pesca. Uma de suas atrações mais visitadas pelos turistas são os passeios em barco que realizam até a Ilha de Santo Aleixo. 

Rio Formoso

Rio Formoso  O município de Rio Formoso está situado no litoral sul do Estado de Pernambuco e caracteriza-se por sua beleza natural, onde destaca o Parque Ecológico Rio Formoso. Um de seus grandes atrativos turísticos, além de suas belas e extensas praias, são os passeios em barco que realizam por dentro da área do rio que dá nome ao município, onde pode-se observar os antigos engenhos de cana-de-açúcar, um dos mais visitados é o Engenho Pedra de Amolar. 

Tamandaré

Tamandaré  O município de Tamandaré está localizado a 100 km ao sul de Recife. É conhecido por suas exuberantes praias com piscinas naturais e águas tranquilas ideais para a prática de esportes náuticos. Seus pontos mais importantes de interesse turístico são: A Reserva biológica de Saltinho, onde destaca a Cachoeira do Bulha e o Museu da Árvore, além do Mirante do Oitizeiro e o Forte de Santo Inácio, localizado na Praia Boca da Barra junto ao Farol de seu mesmo nome. 

Barreiros

Barreiros  O município de Barreiros está localizado ao sul do litoral pernambucano, a 110 km da capital, Recife, limitado ao norte pelo município de Tamandaré e ao sul com o município de São José da Coroa Grande. Suas praias são de grande beleza, rodeadas de coqueiros, com areia fina e dourada, porém de difícil acesso, dentre as quais merece especial destaque a Praia do Porto. Outras das suas atrações turísticas é o Rio Una, uma de suas maiores atrações são os passeios em barco e a ilha do coqueiro, sem esquecer de sua saborosa gastronomia, especializada em frutos do mar. 

São José da Coroa Grande

São José da Coroa Grande  São José da Coroa Grande está localizado ao sul do Estado Pernambucano, a pouco mais de 120 km de sua capital, Recife, faz fronteira com o Estado de Alagoas. É considerado um dos núcleos turísticos mais importantes do Estado onde seus atrativos são suas belas praias e piscinas naturais que formam-se nas marés baixas ao longo de todo o seu litoral, bancos de areia e rochas conhecidas como ‘Coroas’. Toda a sua costa está repleta de recifes de coral, forma parte da área de Proteção Ambiental da Costa dos Corais. 

Fernando de Noronha

Fernando de Noronha  Fernando de Noronha é um arquipélago formado por 21 ilhas e ilhotas com uma área de 26 km2, declarado Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO no ano de 2001. Pertence ao Estado de Pernambuco e está a 545 km de Recife, sua capital, lugar de onde saem a maioria dos vôos. É considerado pelos turistas de todo o mundo o melhor ponto turístico do Brasil, verdadeiro paraíso natural e ecológico cheio de praias paradisíacas e com uma maravilhosa flora e fauna, tanto terrestre como aquática. Sua principal ilha que tem o mesmo nome do arquipélago, é a maior com 17 km2 e a única habitada, e parte dela encontra-se integrada desde o ano de 1988 no Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha. É sem sombra de dúvidas um dos lugares mais belos e espetaculares do mundo. 

Caruaru

Caruaru  O município de Caruaru está situado na Região do Agreste do Estado de Pernambuco, no interior do Vale do Ipojuca. ‘Capital do Forró’ é conhecida também como ‘Princesa do Agreste’, sua capital do mesmo nome é palco de uma das festas populares mais importantes do Brasil, o famoso São João, onde durante 30 dias mais de um milhão de pessoas visitam a cidade. Além disso, conta com uma das maiores feiras de Caruaru, onde se pode adquirir qualquer produto que deseje. Não deixe de visitar o Alto do Moura, comunidade de artistas elegida pela UNESCO como o maior centro de arte figurativa das Américas, onde encontra-se cento de artesãos, modelando todo tipo de objetos, especialmente o barro, transformando suas casas em ateliê que podem ser visitados. 

Petrolina

Petrolina  O município de Petrolina é o maior em extensão da região do Sertão. Sua capital do mesmo nome, está localizada às margens do Rio São Francisco, na divisa com o Estado da Bahia, separado somente por uma ponte do vizinho município de Juazeiro. A cidade é conhecida como a Encruzilhada do Progresso, por ser o maior núcleo agroindustrial do Estado de Pernambuco e também como a cidade das Carrancas, famosas esculturas que possuem somente cabeça e pescoço utilizadas pelos barcos que navegavam pelo Rio São Francisco no século XIX para afugentar os maus espíritos, que podem ser adquiridas em todas as lojas e mercados da cidade. Uma de suas principais atrações turísticas é a imponente Barragem do Sobradinho, maior lago artificial do mundo, lugar onde se pode praticar todos os tipos de esportes náuticos.